Associação dos Mecânicos de Vôo da Varig
Terça-Feira, 17 de Outubro de 2017
26/08/2009

Notícias Anteriores

Site Panrotas
26/08/2009

Anac renova autorização de funcionamento da Nordeste

A Nordeste Linhas Aéreas (em recuperação judicial), que pertencia ao Grupo Varig e atualmente utiliza a marca Flex, conseguiu renovar com a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) a autorização operacional para exploração de serviço de transporte aéreo público não-regular de passageiro, carga e mala postal.

A decisão, publicada em ata de reunião do último dia 18, foi aprovada, por unanimidade, no sentido da renovação pleiteada pelo prazo de um ano, “considerando que a empresa demonstrou sua regularidade sob o aspecto operacional e capacidade econômico-financeira suficiente, suprida a demonstração de sua regularidade fiscal e previdenciária por decisão judicial”.

 

 

Valor Online
26/08/2009 20:16h

Anac aguarda queda de liminar para redistribuir slots em Congonhas

RIO - A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) aguarda decisão judicial sobre liminar obtida pela Pantanal para dar prosseguimento à redistribuição de 412 autorizações de pouso ou decolagem (slots) no aeroporto de Congonhas, em São Paulo. Do total a ser redistribuído, 61 da Pantanal e 34 da Gol/Varig deverão ser realocados pelo não cumprimento da Resolução 02/2006 da Anac, enquanto outros 317 já estão disponíveis por não serem usados nos finais de semana.

A Pantanal, que está em processo de recuperação judicial, obteve liminar na 2ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais da Comarca de São Paulo, mas a Anac recorreu e aguarda manifestação do Judiciário. A companhia e a Gol/Varig foram notificadas em 24 de julho sobre a perda dos slots. Enquanto aguarda a decisão da Justiça, a Anac vai publicar no Diário Oficial da União, nos próximos dias, o aviso de convocação para as empresas interessadas em slots em Congonhas.

A Resolução nº 02/2006 prevê que um slot deve ter o mínimo de 80% de regularidade no prazo de 90 dias. Caso haja cancelamentos superiores a 20% dos voos programados, o slot deve ser devolvido ao órgão regulador para ser redistribuído a outras empresas interessadas em operar no aeroporto. A norma é válida para todos os aeroportos brasileiros que tenham atingido o limite de sua capacidade, mas somente Congonhas opera atualmente nessa situação de segunda a sexta-feira, embora esteja ocioso aos sábados e domingos.

Em nota, a Anac esclareceu que avaliou a regularidade dos voos de todas as companhias que operam em Congonhas entre março e abril deste ano, constatando que a Pantanal não cumpriu a norma em 61 dos 196 slots alocados para ela, sendo 31 pousos e 30 decolagens. Somente um destes pousos não é programado para dias úteis. Já a Gol/Varig descumpriu a resolução em 34 dos 1.472 slots que opera em Congonhas, sendo 19 decolagens e 15 pousos. Apenas um desses pousos é diário (incluindo finais de semana) e uma das decolagens é prevista para segundas e quintas-feiras.

"As demais empresas que operam em Congonhas mantiveram índices de regularidade acima do previsto para a manutenção dos slots", diz nota divulgada pela Anac.

Os outros 317 horários de pouso ou decolagem que estarão disponíveis para a redistribuição são referentes a 175 slots aos sábados e 142 aos domingos, que não estão alocados para nenhuma companhia aérea atualmente.

"Nesse quadro, a Agência decidiu aguardar para que a redistribuição seja completa, e não parcial. Isso porque, à exceção dos slots operados pela Pantanal, os demais são quase todos aos finais de semana, enquanto as operações de segunda a sexta-feira são justamente as mais rentáveis e disputadas pelo mercado. Dessa forma, a Anac pretende evitar as distorções de um processo parcial, que prejudicaria a livre escolha dos horários pelas empresas interessadas", destaca o comunicado do órgão regulador.

 

 

Folha Online
26/08/2009 - 18h19

Avião bate em três aeronaves em hangar no aeroporto de Congonhas
da Folha Online

Um avião bateu em outras três aeronaves de pequeno porte na tarde desta quarta-feira em um hangar no aeroporto de Congonhas (zona sul de São Paulo). Ninguém ficou ferido.

Em nota, a Líder Aviação, responsável pelo hangar, informou que uma aeronave de matrícula estrangeira, pertencente a terceiros e que estava estacionada no hangar colidiu com aeronaves de clientes, paradas no local.

Não há detalhes sobre as circunstâncias da batida ou estimativas de estragos. De acordo com a Infraero (estatal que administra os aeroportos), o fato ocorreu em área restrita e não interferiu nas operações de pousos e decolagens.

 

 

Folha Online
26/08/2009 - 17h08

Azul começa a operar com carga expressa nesta semana
da Folha Online

A Azul Linhas Aéreas Brasileiras lança nesta semana uma nova unidade de negócios da empresa. A Azul Cargo começa a operar com carga expressa em quatro cidades (Campinas, Salvador, Fortaleza e Recife) e, até dezembro, deve oferecer o serviço em toda a malha área servida pela empresa.

A partir de então, toda nova base de operações terá o transporte de carga junto com o de passageiros.

A Azul Cargo vai utilizar o espaço disponível dos porões das 12 aeronaves Embraer 190 e 195 que compõem a frota da empresa atualmente. Cada aeronave pode transportar, em média, 800 quilos de carga por voo.

O objetivo é abrir em breve lojas exclusivas no interior de São Paulo, nas cidades próximas a Campinas, oferecendo entrega porta a porta com coleta domiciliar. A previsão é começar a ter esse serviço em outubro.

 

 

Mercado e Eventos
26/08/2009

Anac aguarda decisão judicial para redistribuir 412 slots em Congonhas

Em reunião de diretoria realizada ontem (25/08), a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) decidiu chamar as empresas aéreas interessadas na redistribuição de 412 autorizações de pouso ou decolagem (slots) no Aeroporto de Congonhas. Inicialmente, deveriam ser redistribuídos 95 slots, sendo 61 da companhia aérea Pantanal e 34 da Gol/Varig, por não cumprimento da Resolução nº 02/2006 da ANAC, além de outros 317 slots que já estão disponíveis por não serem usados nos finais de semana. No entanto, a Anac somente dará prosseguimento ao processo de redistribuição após a decisão judicial sobre a liminar obtida pela Pantanal na 2ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais da Comarca de São Paulo, que impede a Agência Reguladora de realocar os slots hoje destinados à companhia.

A Resolução prevê que um slot deve ter o mínimo de 80% de regularidade no prazo de 90 dias. A Anac avaliou a regularidade dos voos de todas as companhias que operam em Congonhas nos meses de março, abril e maio de 2009. Foi constatado que a empresa Pantanal não cumpriu a norma em 61 dos 196 slots alocados para ela, sendo 31 pousos e 30 decolagens. Já a Gol/Varig descumpriu a Resolução nº 02 em 34 dos 1.472 slots que opera em Congonhas, sendo 19 decolagens e 15 pousos. As demais empresas que operam em Congonhas mantiveram índices de regularidade acima do previsto para a manutenção dos slots.

Os outros 317 horários de pouso ou decolagem que estarão disponíveis para a redistribuição são referentes a 175 slots aos sábados e 142 aos domingos, que não estão alocados para nenhuma companhia aérea atualmente.

Página Principal