Associação dos Mecânicos de Vôo da Varig
Quarta-Feira, 22 de Novembro de 2017
19/07/2009

Notícias Anteriores

Jornal O Dia
19/07/2009

Garoto cria falsa cia aérea e engana autoridades britânicas

Londres (Inglaterra) - Um adolescente britânico de Yorkshire convenceu executivos de aviação da Inglaterra de que ele era um magnata e que estava prestes a lançar sua própria companhia aérea. Usando o psdeudônimo de Adam Tait, o garoto de 17 anos afirmou possuir uma frota de jatos.

Segundo o jornal britânico The Times, Tait, que disse ter 20 e poucos anos, chegou a viajar para a localidede de Jersey para participar de uma reunião de 14 horas com o diretor do aeroporto local. A conversa foi tão boa que outro encontro estava programado para as próximas semanas.

Outros diretores da indústria de aviação chegaram a trocar e-mails e telefonemas com David Rich e Anita Dash, supostamente sócios de Tait. O objetivo era lançar uma companhia aérea baseada nas Channel Islands, no Canal da Mancha, onde fica Jersey, que atendesse grande parte da Europa.

O que eles não perceberam foi que Tait, Rich e Anita eram todos a mesma pessoa. Tait chegou a publicar artigos de aviação em revistas especializadas. Foi aí, no entanto, que o sonho do garoto acabou. Uma das publicações, a Airlines World, desconfiou e decidiu investigar. Pouco tempo depois, foi descoberta a farsa.

Na última segunda-feira ele foi questionado pela polícia de Essex enquanto tentava embarcar em um jato de 93 lugares no aeroporto de Southend, depois de ter convencido o agente de marketing da empresa dona da aeronave de que a sua gostaria de alugar aquele avião.

A polícia, que havia sido avisada pela Airliner World, descobriu a identidade real do adolescente. Segundo o Times, o garoto ainda não sofreu nenhuma punição. Seu pai alegou que ele sofre de uma "espécie de autismo que o torna ousado e criativo".

Página Principal