Associação dos Mecânicos de Vôo da Varig
Domingo, 22 de Outubro de 2017
12/01/2009
Notícias Anteriores

Coluna Claudio Humberto
12/01/2009

O piloto sumiu

A Agência Nacional de Aviação Civil demitiu o gerente de certificação de operações, comandante José Carlos Barth. Piloto, era o único auditor da Organização Internacional de Aviação Civil (Icao, em inglês).

 

 

Valor Econômico
12/01/2009

Oferta pela Alitalia

O conselho da Air France-KLM aprovou uma oferta de compra de 25% da Alitalia por cerca de 320 milhões (US$ 424 milhões), segundo duas fontes próximas à negociação, informou a Bloomberg. O negócio seria realizado por meio da aquisição de uma fatia na CAI, grupo de investimentos italiano que está combinando as operações da Alitalia e da Air One, também italiana. Os dirigentes da Alitalia vão se reunir no dia 12, em Roma, para avaliar a oferta.

 

 

Mercado e Eventos
12/01/2009

Tam começa a vender Brazil Airpass e South America Airpass

A Tam iniciou em 1º de janeiro a venda da versão 2009 do Tam Brazil Airpass e do Tam South America Airpass. Os passes promocionais permitem aos passageiros que moram fora do Brasil, inclusive brasileiros que vivem no exterior, viajar para diversos destinos no Brasil e na América do Sul, pagando tarifas diferenciadas.

Para adquirir o Tam Brazil Airpass, é necessário primeiramente que o passageiro compre um bilhete aéreo internacional, com início da viagem fora do Brasil e destino a uma cidade brasileira. O passe promocional da Tam deve ser emitido à parte e depois conectado ao bilhete internacional.

O passageiro pode escolher a quantidade de vôos que deseja realizar em sua viagem, incluindo em seu passe um conjunto de até nove cupons, sendo que cada um dá direito a um trecho doméstico em rota operada pela Tam, em classe econômica. Os preços do Tam Brasil Airpass podem ser encontrados a partir de US$ 551 (conjunto de quatro cupons).

Com o Tam South America Airpass, os passageiros podem voar de 1.200 até 8.200 milhas dentro da América do Sul, percorrendo destinos atendidos pela Tam nos seguintes países: Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela. Nessa modalidade de passe, o cliente pode adquirir até oito cupons e percorrer cinco países. O Tam América do Sul Airpass custa a partir de US$ 339, de acordo com a quantidade de milhas percorridas pelo cliente.

Os cupons podem ser utilizados pelos passageiros até o dia 10 de junho de 2010, dentro das regras e condições estabelecidas pela companhia. A comercialização e a emissão dos passes são realizadas somente fora do Brasil (e fora da América do Sul, no caso do Tam América do Sul Airpass), em qualquer loja da Tam ou por meio de agentes de viagem credenciados.

 

 

Site Cosmo On Line
12/01/2009 - 09h09 - Atualizada em 12/01/2009 - 09h15

Aprenda a usar as milhas oferecidas pelas cias aéreas
Diante da variedade de programas de milhas aéreas no mercado fica difícil saber qual é a melhor alternativa
Agência Estado

Diante da variedade de programas de milhas aéreas no mercado fica difícil saber qual é a melhor alternativa. Recentemente, Gol e TAM anunciaram novidades no setor. Cartões de crédito também concedem bônus para serem trocados por viagens de avião, o que aumentam as opções — e a salada de regras.

A Gol incorporou o programa Smiles, antes exclusivo da Varig. Desde o dia 15 é possível trocar milhas por passagens das empresas. Já a TAM foi aceita na aliança internacional Star Alliance. A integração será concluída até abril de 2010. A partir daí, o cartão Fidelidade TAM dará acesso a facilidades como intercâmbio de milhas com outras aéreas. A parceria com o programa de milhas da Lan será mantida.

Planos de fidelidade também permitem fazer upgrades — da econômica para a executiva, por exemplo — sem gastar mais por isso.

Alianças

A inscrição nos programas de fidelidade é gratuita. Mas lembre-se que vale a pena concentrar viagens em uma única empresa. Se for necessário usar outra, prefira as que fazem parte da mesma aliança internacional — Star Alliance, com 21 aéreas, Sky Team, com 14, e One World, com dez, são as maiores.

Assim, você garante o direito de trocar milhas de uma companhia por bilhetes de outra. Como restrições, a maioria delas não aceita combinar os pontos de dois ou mais programas para emitir uma passagem, a não ser entre empresas do mesmo grupo, como Gol e Varig ou Air France e KLM. Também não permitem juntar pontos de titulares diferentes. Mas você pode emitir uma passagem para terceiros usando as suas milhas.

Como regra, cada milha voada dá direito a 1 ponto-bônus. Bilhetes promocionais rendem menos e as classes superiores garantem mais pontos. Quanto mais viaja, mais vip o passageiro se torna, o que também garante maior pontuação por trecho voado.

Para se ter uma idéia, o passageiro precisa pagar a partir de 14 pontes aéreas São Paulo-Rio para ganhar a primeira cortesia (considerando o resgate mais fácil, da TAM, com 3 mil milhas). Na hora do resgate do prêmio, antecedência é fundamental: as empresas não divulgam, mas há limite de assentos-prêmio por aeronave. E muitas não aceitam milhas na alta temporada.

ANOTE NA AGENDA
Como funcionam alguns programas

SMILES (GOL E VARIG)
Pontos: na classe econômica, cada milha voada corresponde a 1 ponto. Na Comfort, há um bônus de 25% sobre o total acumulado
Inscrição: grátis
Validade dos pontos: 3 anos
Prêmio mais fácil: 10 mil milhas dão direito a uma passagem para qualquer trecho nacional ou na América do Sul
Site: www.smiles.com.br

FIDELIDADE TAM
Pontos: cada trecho é convertido em pontos em um porcentual que varia entre 20% e 150% do total de milhas voadas, dependendo da classe do bilhete. Em compras com o cartão de crédito TAM, cada R$ 1 gasto vale 1,33 ponto
Inscrição: grátis
Validade dos pontos: 2 anos
Prêmio mais fácil: com um crédito de a partir de 3 mil pontos o passageiro pode resgatar uma passagem nacional
Site: www.tam.com.br

ALIANÇAS INTERNACIONAIS
O que são: grupos que reúnem companhias aéreas de diversas nacionalidades. As maiores são Star Alliance (com 21 empresas), Sky Team (14) e One World (10)
Programas de milhas: as alianças não têm cartão de fidelidade próprio. Para desfrutar dos benefícios, o passageiro deve se inscrever em uma ou mais empresas do grupo
Benefícios: atendimento prioritário, salas vip, intercâmbio de milhas e outros
Sites: www.staralliance.com, www.skyteam.com e www.oneworld.com.

Cartões convertem gastos de clientes em bônus

Consumidor pode até conseguir bilhetes de graça, dependendo de quanto gasta no cartão

Conseguir bilhetes aéreos grátis pode ficar mais fácil se você usar o cartão de crédito a seu favor. Os grandes bancos mantêm convênios com empresas aéreas e, assim, premiam os clientes com bônus para serem convertidos nas tão desejadas milhas.

Há opções de cartão com as bandeiras Visa, Mastercard e American Express. Em geral, cada US$ 1 gasto no cartão (ou o seu equivalente em outra moeda) vale 1 ponto. Uma conta rápida: no programa Smiles, da Gol e da Varig, 10 mil pontos dão direito a uma passagem para a América do Sul. Assim, para ganhar um bilhete em um ano, é necessário gastar o equivalente a US$ 833 por mês no cartão.

Banco do Brasil

Pontos: US$ 1 gasto no cartão vale 1 ponto. Produtos e serviços também valem bônus
Validade: 1 a 3 anos
Onde usar: compras na internet e milhas aéreas
Prêmio mais fácil: 5 mil pontos podem ser transferidos para o Fidelidade TAM ou o Smiles
Site: www.bb.com.br

Bradesco

Pontos: US$ 1 vale 2 pontos
Validade: 31 de dezembro do terceiro ano posterior à aquisição do ponto. Bônus no cartão American Express não expiram
Onde usar: compras na internet, diárias de hotel, passagens aéreas, traslados e outros
Prêmio mais fácil: 15 pontos valem um transfer para clientes fidelidade da Iberia
Sites: www.bradescocartoes.com.br e www.americanexpress.com

Itaú

Pontos: US$ 1 vale 1 ponto
Validade: bônus não expiram
Onde usar: milhas aéreas, diária nos hotéis Accor e aluguel de carro na Localiza
Prêmio mais fácil: 500 pontos podem ser transformados em milhas ou pontos na rede Accor
Site: www.itau.com.br/semprepresente

Real

Pontos: US$ 1 vale 1,5 ponto no cartão Platinum e 1 ponto nos demais cartões
Validade: 1 ano. No Platinum, os pontos não vencem
Onde usar: milhas aéreas, assinatura de revistas e compras
Prêmio mais fácil: mil pontos podem ser transferidos para um programa de milhas
Site: www.bancoreal.com.br

Santander

Pontos: 1 a 2 pontos para cada US$ 1 gasto no cartão. Nos cartões universitários, R$ 3 valem 1 ponto
Validade: de 2 anos a ilimitada, dependendo do cartão
Onde usar: milhas aéreas, tratamentos em spas, passeios, compras, assinaturas de revistas e doações a entidades
Prêmio mais fácil: mil pontos valem ingresso de cinema
Site: www.santander.com.br

Página Principal