Associação dos Mecânicos de Vôo da Varig
Quinta-Feira, 27 de Abril de 2017

01/06/2009

Notícias Anteriores

O Globo Online
Publicada em 01/06/2009 às 21h02m

Airbus 330
Senegal encontra destroços que podem ser do voo 447 da Air France que sumiu no Atlântico

RIO - O governo de Senegal comunicou á Força Aérea Brasileira (FAB) ter localizado em seu mar territorial destroços que poderiam ser do avião da Air France que desapareceu no Oceano Atlântico com 228 pessoas a bordo , na noite de domingo. As autoridades senegalesas, no entanto, afirmam que ainda não é possível confirmar que o material encontrado no mar seja mesmo do voo que partiu do Rio com destino a Paris e sumiu dos radares.

Na tarde desta segunda-feira, o vice-presidente José Alencar revelou que tripulantes de uma avião da TAM que chegou ao país nesta madrugada disseram ter avistado "alguma coisa pegando fogo" em alto-mar, "numa região do Atlântico" .

- Há uma notícia, ainda muito vaga, de que um avião aqui do Brasil, da TAM, teria avistado alguma coisa pegando fogo no Atlântico - disse Alencar a jornalistas no Aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, onde foi prestar solidariedade a familiares dos passageiros que estavam a bordo do voo AF 447. - Poderiam ser (destroços), mas ainda não se sabe. A FAB está procurando informações mais detalhadas sobre isso - acrescentou.

A FAB confirmou que um avião que fazia a rota contrária ao da Air France - vinha da Europa para o Brasil - avistou "pontos alaranjados" no oceano. A TAM informou que não comentaria, por enquanto, as informações.

Até o momento, não há nenhuma captação da transmissão do sinal do equipamento de emergência (ELT) e nenhuma aeronave sobrevoando a rota recebeu pedido de socorro do voo 447 por meio da frequência internacional de emergência (121,5MHz).

A Aeronáutica continua as buscas pelo avião na noite desta segunda-feira e na madrugada desta terça-feira.

De acordo com a companhia aérea, havia 228 pessoas, 12 delas tripulantes, a bordo do voo 447.

 

 

Folha Online
01/06/2009 - 20h29

FAB confirma que piloto avistou "pontos laranjas" em área onde Airbus desapareceu
da Folha Online

A FAB (Força Aérea Brasileira) confirmou na noite desta segunda-feira que possíveis destroços do avião da Air France --que desapareceu ontem com 228 pessoas a bordo-- foram vistos por um piloto de um avião da TAM que sobrevoou o oceano Atlântico.

A informação foi divulgada mais cedo pelo vice-presidente brasileiro, José Alencar, que se reuniu com familiares das vítimas no aeroporto do Galeão (Tom Jobim), no Rio.

"Há uma notícia muito vaga, de um avião até aqui do Brasil, da TAM, que teria visto alguma coisa pegando fogo em uma região do [oceano] Atlântico. Isso foi avião que chegou nessa madrugada", afirmou Alencar, ao ser questionado se o governo brasileiro tinha informações preliminares sobre o paradeiro do Airbus.

A Aeronáutica informou que irá enviar duas aeronaves à região no oceano Atlântico onde um piloto da TAM informou ter visto "pontos laranjas", que ele descreveu como chamas.

De acordo com o órgão, o avião da TAM fazia o percurso inverso daquele feito pelo voo AF 447 --deixando o continente europeu com destino ao Brasil-- cerca de 40 minutos após o último contato da aeronave do Air France com o controle aéreo brasileiro e teria avistado pontos laranjas, que ele descreveu como chamas, indicando um possível incêndio.

As buscas serão mantidas durante toda noite de hoje e a madrugada de terça-feira, percorrendo os 666 km entre a costa brasileira e o limite do espaço aéreo senegalês.

As duas aeronaves francesas que também trabalham nas buscas refizeram o trajeto citado pelo piloto da TAM, mas sustentaram que nada foi visto. Os aviões franceses já encerram os trabalhos por hoje.

Em entrevista concedida hoje no aeroporto Charles de Gaulle, em Paris, o diretor-executivo da Air France, Pierre-Henri Gourgeon, afirmou que a área onde o avião se perdeu foi encontrada a "dezenas de milhas entre o caminho da costa do Brasil e o litoral africano", informou o jornal francês Le Figaro. Uma milha náutica equivale a 1,85 km.

O avião da Air France desapareceu no trajeto entre o Rio --de onde decolou por volta das 19h de domingo-- e Paris, com 228 pessoas a bordo --216 passageiros e 12 tripulantes. Segundo a Air France, há 58 brasileiros entre os passageiros.

Página Principal